Distinguir uma ave saudável

Sinais de saúde:
Olhos: Brilhantes, vivos, limpos, sem secreção nem nebulosidade;
Cera: Limpa e seca, sem secreções;
Respiração: A ave deve inspirar e expirar sem dificuldades;
Bico: Deve ter aparência forte, livre de resíduos de alimentos, secreções e saliva;
Pele: Limpa (também em baixo das penas);
Pés: Limpos e secos, com pele limpa;
Evacuações: Normais, sem mudanças;
Peso: Normal, sem ossos à vista, nem muito leve nem muito pesado;
Comportamento: Alerta, observador e pronto para explorar coisas novas;
Energia: Depende do tipo e da idade; disposto a deslocar-se, cantar, falar e brincar.

Sinais de doença:
Olhos: Com secreção, nebulosos, fechados ou semi-fechados;
Cera: Com secreção ou crosta;
Respiração: Ofegante, difícil, que permite ouvir a inspiração e expiração;
Bico: Ferido, quebrado, com resíduos presos nele ou saliva;
Pele: Vermelhidão, irritação, com crosta ou escamas;
Penas: Dispostas de modo irregular, com formações muito visíveis, penas sem aparência saudável e partes sem penas;
Pés: Vermelhidão, irritação, com crosta ou feridas;
Evacuações: Qualquer anormalidade, presença de sangue nas fezes, mucosa, fezes e penas ao redor da cloaca;
Peso: Perda brusca de peso, falta de apetite, aumento no consumo de “alimentos sólidos”;
Comportamento: Mudança de ânimo, cabeça baixada, ou encolhida, penas arrancadas, descaso pelo ambiente e desinteresse em sair da gaiola;
Energia: Qualquer mudança em relação ao nível normal, sonolência, passividade.

fonte: https://www.mundodosanimais.pt/aves/psitacideos