fonte: http://www.tecnologiaetreinamento.com.br/aves-peixes/avicultura/manejo-alimentar-da-sua-criacao-de-codornas/

Produzir ração na propriedade pode significar uma economia superior a 20% nos custos gerais de produção

2016120904

A partir de pesquisas desenvolvidas pela professora doutora Alice Eiko Murakami, foi possível perceber que as rações podem ser desenvolvidas com diferentes níveis de proteína e energia na fase inicial e na fase de produção. E foi concluído que, o desempenho das codornas na fase de postura não é influenciado pelos níveis de energia e proteína fornecidos na fase de crescimento, ou seja, a ração recomendada para a fase inicial será condicionada pelo custo econômico.

Na fase inicial, a conversão alimentar é melhor com rações de níveis mais elevados de energia metabolizável para não sofrer influências dos níveis de proteína. Na fase de postura, o aumento dos níveis de energia reduz linearmente o consumo de ração e melhora a conversão alimentar (kg de ração consumida/ dúzia de ovos produzida). Mas atenção, esse processo pode também diminuir, linearmente, a porcentagem de postura e o peso dos ovos.

De uma maneira geral, para a fase de crescimento, níveis elevados de energia metabolizável são recomendados. Já na fase de produção, níveis elevados de proteína bruta e energia não são necessários para garantir um bom desempenho.

Agora que você já sabe algumas particularidades da alimentação da sua criação de codornas, vamos lhe dar algumas dicas para a formulação de ração em sua propriedade:

Você deve estar atento aos seguintes aspectos básicos:

– conhecer as exigências nutricionais de cada fase da criação;
– ter pleno conhecimento das tabelas de composição nutricional dos alimentos, podendo assim lançar mão de substitutos, caso haja necessidade;
– possuir pleno conhecimento dos fatores econômicos envolvidos em todo o processo de produção da ração.

Você encotrará mais informações a respeito dos aspectos determinantes na viabilidade da ração na propriedade; e dos cuidados fundamentais no preparo da ração (marcha), no curso Codornas – Recria e Reprodução, elaborado pelo CPT – Centro de Produções e Técnicas.