Nomes Para Calopsitas

fonte: http://calopsita.info/nomes-para-calopsitas/

Uma das melhores coisas que fazemos ao comprar uma Calopsita é escolher o seu nome! São tantas possibilidades que as vezes ficamos até perdidos, e para piorar, em muitas oportunidades não sabemos nem se o nosso novo animal de estimação é macho ou fêmea. Pensando nisso fizemos estas lista de nomes de Calopsitas para te ajudar a escolher, confira! Após a escolha do nome, você poderá aprender como amansar filhotes de Calopsita.

Fotos-Calopsitas

Amendoim, Avril, Ariel ,Apollo, Asdruba, Alemão, Airy, Angel, Ainda, Aki, Abel, Atenas, Ale, Aion, Amy.
Bart, Babi, Biba, Bartolomeu, Billy, Bruce, Belo, Buba, Bibi, Bidu, Bel, BomBom, Belinha, Belina, Belinha, Bebê, Brian, Buddy, Brigite.
Cocada, Chico, Cherrie, Crush, Cacau, Cacá, Capitão, Chuvisco, Charlote.
Du, Dudu, Duda, Dida, Deninho, Didi, Dust, Dartanham, Dino, Dema, Doris, Donna, Dalila.
Elvis, Eni, Eros, Eva, Ênio, Estrelinha.
Filó, Fred, Frodo, Filomena, Frederico, Fifi, Felícia, Fiona, Felix, Floquinho, Fênix, Fernão, Fofo.
Greg, Gaspar, Geno, Gino, Gina, Guido, Goldie, Godoy, Gal, Gil, Gaia, Guga, Guta, Gucci, Gigi, Glamour, Gretel.
Hanna, Harry, Hércules, Horus, Hera, Hanzel.
Igor, Ibsen.
Junior, Juju, Jurema, Joca, Jessy, Jade, Janis, Juca, Jonas, Juba, Juan, Jack.
Kauã, Kitty, Kica, Kiko, Kira, Kiara, kely, Kaká, Kikita, Kito, Kyria.
Lilico, Luna, Lilica, Lola, Leona, Lilly, Leona, Loup, Lili, Leo, Lia, Lincoln, Luluca, Lupita, Luigi, Lupi Laka, LitaMax, Mirna, Mingau, Mário.
Muleque, Miolo, Margarida, Mimi, Meg, Melqui, Milk, Mel, Morpheu, Madona, Mandy.
Naná, Nani, Natal Neco,Neli, Nika, Nenen, Nate, Nick, Nico, Nicolai, Nina, Nino, Nuno.
Oscar, Odin.
Pipoca, Paola, Pikachu, Pikena, Petit, Pepeu, Pingo, Pablo, Pablito, Paquito, Pacco, Pri, Paris, Pepita, Penélope, Pilantra, Pirulito, Pupy, Paçoca, Pandora, Pierre, Pipito, Pucca, Pipo, Pikachu, Phíntia.
Querubim.
Rosinha, Ronny, Rubi.
Serena, Sereno, Sansão, Sushi, Sandy, Sophia, Scott, Sebastian, Sabrina, Salomé, Supla, Sabá, Sininho, Salém, Scrat, Sasha, Shakira.
Tunica, Triguinho, Tidy, Tico, Tino, Tidi, Tchuca, Tutti, Tuco, Titinho, Tuca, Totta, Toni, Tiba, Toquinho, Tequila, Tusca, Tiba, Tatá, Tieta, Thor, Ted, tchutchuco, Tamar.
Vitória, Vivi, Violeta.
Xandu, Xuxa, Xexéu.
Whisky, Winston, Wille.
Yuri, Yan, Yuba.
Zezinho, Zeus, Zen, Zig, Zinha, Zuzu.

Aprenda Como Amansar Calopsita

fonte: http://calopsita.info/aprenda-como-amansar-calopsita/

O principal requisito para amansar Calopsita é a paciência, sendo aconselhável que os filhotes sejam tratados desde cedo na mão, usando-se papas especializadas para a criação de filhotes. O processo de alimentação não é muito difícil e em pouco tempo você já terá pego o jeito e o ritmo. Lembre-se que você terá que ser paciente para ganhar a confiança do seu animal de estimação!

Aprenda-Como-Amansar-Calopsita

Papinha Para Amansar Calopsita

Para ter uma boa aceitação por parte do filhote, a papinha deve estar morna e ser preparada conforme instruções que estão presentes nas embalagens. Para dar a papinha pode-se usar uma seringa normal sem a agulha ou 1 colher de chá preparada, ou seja, que tenha bordas laterais entortadas, formando uma espécie de cunha. Nós particularmente preferimos a colher, uma vez que ela imita o formato do bico das Calopsitas, tornando a alimentação mais fácil para o filhote.

Dicas Para Amansar Calopsitas Filhotes

Você não conseguirá amansar filhotes de Calopsita deixando-os presos na gaiola, isolados em um canto, ou então se tiver medo de tomar uma “mordidinhas” de seus bicos, ou seja, você deverá ficar em um local calmo e seguro, aonde o pássaro não possa fugir, retirar ele da gaiola e começar o processo de domesticação. Você pode usar sementes, como a de girassol, para oferecer ao filhote, fazendo com que ele ganhe confiança e venha comer em sua mão. Procure fazer com que ele suba em seu dedo, e a cada movimento certo faça um carinho ou um agrado no pássaro. Nunca faça movimentos bruscos, eles se assustam facilmente. Aos poucos o filhote irá perder o medo de você, e começará a ter confiança, deste ponto em diante o processo de amansar fica muito facilitado e os resultados serão mais rápidos. Uma forma controversa para facilitar esse processo e cortando as penas das asas das Calopsitas.

Qual a Idade Certa Para Amansar Calopsita

Procure separar os filhotes de Calopsita quando eles completarem cerca de 15 a 20 dias de idade, assim já estarão fortes e a chance de tudo dar certo será grande. Eles devem ser alimentados de 1 a 5 vez por dia, dependendo da sua idade, e desde o início já deve-se oferecer as sementes para o filhote, desta forma ele ficará curioso e com o tempo irá aprender a comer sozinho. Com cerca de 8 a 12 semanas o filhote estará completamente “desmamado”, podendo interromper a papinha e fornecer apenas a alimentação para Calopsitas. Também temos uma postagem para você que tem uma Calopsita adulta arisca!

Periquito Australiano – Guia Completo de Criação e Reprodução com Fotos

fonte: http://periquitoaustraliano.net/

Colorido, atraente e animado são apenas alguns dos grandes atributos do Periquito Australiano, que possui o nome científico de Melopsittacus undulatus. Com suas personalidades quentes e curiosas, eles se toraram um grande animal de estimação para iniciantes na criação de pássaros e até mesmo para os mais experientes. Eles são bastante resistentes, baratos e fáceis de cuidar, por isso são presença constante em diversos lares, até mesmo nos mais humildes e simples. O Periquito vem da Austrália e o primeiro europeu a escrever qualquer coisa sobre esses pássaros coloridos foi John Gould, em 1865, em sua obra intitulada “Birds of Australia”.

foto-de-periquito-australiano

Na natureza, o Periquito Australiano vem do interior da Austrália, onde a paisagem é quase desértica e não há estações chuvosas regulares. Este ambiente árido dura meses e às vezes fica anos sem chuva, por isso nem precisaríamos dizer que ele é um pássaro muito resistente. Eles são ótimos animais de estimação, especialmente se eles tiverem um monte de atenção e amor. Estas aves são naturalmente muito sociáveis, vivendo em grupos de 20 a 40 pássaros, e às vezes chegam até a 60 aves em estado selvagem, e não gosta de ser deixado sozinho. Portanto, se você possuir apenas um Periquito e está trabalhando 8 horas por dia, pense sobre a possibilidade comprar um companheiro para ele, ou tentar deixar o animal com alguém durante o tempo que você estiver fora de casa. Periquitos Australianos são bons animais de estimação para serem criados individualmente ou em um par ou mais, mas tenha atenção e apenas coloque um novo pássaro por vez no seu viveiro de criação.

Existem mais de 100 variedades de cores, mas é encontrado principalmente na cor verde, que é a cor dos Periquitos selvagens, vários tons de azul, opalino, cinza, branco, amarelo, lutino, arlequim e em vários tons destas cores, algumas mais raras do que outras. Normalmente medem de 17cm a 25cm de comprimento a partir da ponta do bico até à ponta da cauda. A cauda normalmente mede de 8cm a 11cm de comprimento. A média de vida do Periquito é de 12 a 14 anos e eles atingem a maturidade sexual com 6 a 8 meses, sendo interessante esperar pelo menos 1 anos para eles chocarem. Com esta pouca idade, eles já têm a plumagem de adulto, o que é bastante incomum entre os pássaros.

O problema mais comum da criação de Periquito Australiano seria que ele venha a arrancar as suas próprias penas. Isso geralmente é causado se o pássaro estiver sozinho e ficar entediado. Outro problema é se seu Periquito estiver com uma anilha muito apertada, neste caso um veterinário terá que removê-la. Se tomar cuidado básicos de higiene, o Periquito Australiano será um animal resistente e valerá bem o dinheiro e esforço gastos por você! Ele está prontamente disponíveis em diversas lojas de Pet Shops, bem como em criadores comuns, além disso, o Periquito Australiano tem um preço muito em conta, podendo ser considerado muito barato para comprar e também para manter em sua casa.

Criação de Periquito Australiano

fonte: http://periquitoaustraliano.net/curso-de-criacao-de-periquito-australiano/

Um dos pássaros mais vendidos do Brasil é o Periquito Australiano, isso se deve a alguns fatores, como por exemplo a facilidade para criar e mante-los, o preço relativamente barato para comprar, especialmente se compararmos com outros pássaros de bico curvo, o baixo custo de manutenção e também seu pequeno tamanho, cabendo em praticamente todas as casas. Isso tudo torna o Periquito ótimo para crianças, sendo o primeiro animal de estimação de diversas pessoas. Vamos indicar um curso que serve para quem desejar criar e vender os Periquitos, mas também é perfeito para você que quer aprender tudo sobre a espécie, e assim cuidar melhor do seu pássaro.

Curso-de-Criação-de-Periquito-Australiano

Neste curso você terá acesso as melhores informações, pois o mesmo foi desenvolvido pela Universidade Federal de Viçosa em parceria com 2 grandes criadores de Periquito, sendo que um é juiz da Ordem Brasileira de Juízes de Ornitologia. O curso é composto de um livro e também de vídeos demonstrativos, que irão facilitar o seu aprendizado, pois mostram na prática como o manejo deve ser feito. Você também verá os tópicos básicos, como escolha das matrizes, alimentação, reprodução, como se filiar a clubes da espécie, principais doenças e muito mais, além claro de explicar tudo que você precisa saber para poder vender e lucrar com estes pássaros! Clique aqui ou na imagem acima para ver um vídeo gratuito sobre este ótimo curso de criação de Periquito Australiano!

Melhor Alimentação para Periquito Australiano

fonte: http://periquitoaustraliano.net/melhor-alimentacao-para-periquito-australiano/

Não é difícil fornecer a melhor alimentação para Periquito Australiano, para isto basta dar alimentos sempre frescos e com boa variedade, desta forma os Periquitos terão a seu dispor as mais variadas vitaminas e minerais. Lembre-se que seu Periquito Australiano não consegue ir atrás da comida que ele precisa, então cabe a você dar o alimento, fazendo com que seu animal de estimação mantenha-se sempre saudável e forte, pronto para viver com qualidade e obter ótimos resultados na época de reprodução, se este for o seu caso.

Melhor-Alimentação-para-Periquito-Australiano

Qual a Melhor Alimentação Para Periquito Australiano?

Uma boa alimentação para Periquito Australiano consiste basicamente em uma boa mistura de sementes composta basicamente de painço normal, vermelho, preto e verde, além de alpiste, sementes de girassol, aveia e senha, sendo que as 2 principais sementes devem ser o painço normal e o alpiste. Existem diversas misturas de sementes para Periquito Australiano que são vendidos em lojas de produtos agropecuários ou em supermercados, e praticamente todas atenderão bem as necessidades nutricionais dos seus Periquitos. Veja algumas ótimas opções de sementes e rações para Periquitos clicando aqui. Outras comidas para Periquito Australiano, como verduras, frutas e legumes frescos, como couve, mostarda, chicória, almeirão, jiló, pepino, maça e milho verde, devem ser fornecidos, especialmente na época da reprodução.

A aveia descascada e as sementes de girassol são muito boas para serem fornecidas na época de acasalamento, elas são cheias de vitaminas e farão com que os filhotes de Periquito Australiano ganhem peso e cresçam rapidamente. Nos outros períodos de criação, não é aconselhável fornecer todos os dias, pois seu pássaro poderá engordar demais. Já a farinhada a base de ovo pode ser fornecida durante todo o ano, pois é muito nutritiva e os Periquitos adoram o sabor, sendo facilmente aceita pelos pássaros. Outros produtos importantes em uma boa alimentação para Periquito Australiano são o osso de siba ou a farinha de ostra, pois são uma excelente fonte de cálcio, muito necessário para as fêmeas não terem problemas na hora da postura. Água deve ser sempre fresca e limpa, além de ser renovada diariamente para evitar doenças, e também preste atenção na hora de escolher a sua gaiola para Periquito Australiano.

Gaiola para Periquito Australiano: Qual devo Comprar

fonte: http://periquitoaustraliano.net/gaiola-para-periquito-australiano-qual-devo-comprar/

O tamanho ideal da gaiola para Periquito Australiano vai variar de acordo com a quantidade de pássaros e a finalidade de sua criação, por exemplo, um Periquito Australiano apenas precisará de muito menos espaço do que um casal na época de reprodução. As medidas para as gaiolas de reprodução, que receberá além do casal, os filhotes que nascerem, deve ser na média, 45cm de comprimento, 35cm de altura e 25cm de largura. Se as medidas de sua gaiola forem menores, é aconselhável colocar o ninho de Periquito Australiano preso do lado de fora, tomando cuidado para que ele fique bem preso nas grades da gaiola e também para que a tampa superior do ninho fique bem fechada.

Gaiola-para-Periquito-Australiano-Qual-devo-Comprar

Qual a Melhor Gaiola Para Periquito Australiano?

Os Periquitos Australianos não são muito grandes, por isso não há necessidade de comprar gaiolas imensas, a não ser, que você tenha um bom espaço e queira que seus pássaros fiquem ainda mais confortáveis e tenham um grande espaço para voar. O aconselhável é comprar uma gaiola para Periquito Australiano que sejam mais compridas do que altas, assim o pássaro terá um bom espaço para voar entre um poleiro e outro. As gaiolas em forma de triangulo ou redondas podem até ser bonitas e enfeitar o ambiente, mas não são as melhores para se manter um Periquito, portanto prefira as retangulares ou quadradas.

Acessórios de Gaiola Para Periquito Australiano

Nunca compre gaiolas de madeira, pois com certeza eles irão “roer” as grades e fugirão. Sempre prefira as de ferro, pois além de serem resistentes, também são mais higiênicas. Coloque poleiros de forma que as aves possam voar uma boa distância, contudo não coloque colado nas grades laterais, pois quando eles pousarem as penas do rabo ficarão roçando no arame, e isso acabará deixando-as com o aspecto feio. Se for possível, coloque poleiros feitos de madeira não tóxica ou até mesmo retirados de uma arvore próxima da sua casa, uma vez que os Periquitos costumam bicar e arrancar os pedaços da madeira. Você pode ver vários modelos de gaiolas clicando aqui.

Os comedouros e bebedouros das gaiolas para Periquito Australiano podem ficar do lado de fora, isso evita que os pássaros sujem a água ou desperdicem a alimentação que fica nos potes. Você também poderá colocar brinquedos para Periquito dentro da gaiola, eles adoram escalar, roer ou se pendurar neles. Um outra alternativa, especialmente para quem tem um espaço maior, é ter um viveiro para Periquito Australiano.

Viveiro Para Periquito Australiano

fonte: http://periquitoaustraliano.net/viveiro-para-periquito-australiano/

Uma boa opção para criar o nosso pequeno pássaros é num viveiro para Periquito Australiano, especialmente se o objetivo da sua criação for ter os pássaros como forma de alegrar e deixar o local mais bonito. Apesar de que nada impede que você possa reproduzir o Periquito Australiano em grandes viveiros, mas fique sabendo que poderá ter algumas dificuldades e transtornos, especialmente devido a disputa por ninhos, parceiros e alimentação, que poderão ocasionar diversas brigas e até mesmo mortes entre os casais.

Viveiro-Para-Periquito-Australiano

Tamanho Ideal de um Viveiro Para Periquito Australiano?

Existem diversos tipos de viveiro para Periquito Australiano, desde os menores feitos de arame e chapas galvanizadas, até os maiores feitos de alvenaria (tijolos, cimento, telhas…), logicamente que quanto maior e mais elaborado o viveiro, maior será o preço da compra e/ou construção do mesmo. Você deverá fazer um viveiro que seja do tamanho adequado para a quantidade de pássaros que você estiver disposto a criar, ou seja, ele não precisa ser enorme, caso você tenha apenas 1 casal.

O Que Fazer Para Construir um Viveiro Para Periquito Australiano?

Antes de começar a construir um viveiro para pássaros feito de alvenaria, faça um pequeno projeto, não precisa contratar um engenheiro ou algo parecido, mas procure alguém que tenha alguma experiência em construções e trace um pequeno esboço do que será feito, isso ajudará e muito na construção do viveiro e evitará transtornos futuros. Um bom pedreiro, que seja de sua confiança é capaz de fazer isso. Pense em coisas simples, como as portas para entrar/sair, um caimento do piso para escoar a água quando você for lavar o chão e aonde os poleiros e ninhos de Periquito Australiano irão ficar. Para pequenos viveiros, talvez o mais indicado seja comprar um pronto, feito de arame.

Ninho de Periquito Australiano: Qual o Melhor?

fonte: http://periquitoaustraliano.net/ninho-de-periquito-australiano-qual-o-melhor/

Muitos criadores usam um ninho de Periquito Australiano muito pequeno, que são os que estão a venda na maioria dos Pet Shops, contudo, com o crescimento dos filhotes e com o calor que faz em algumas cidades, um ninho pequeno irá fazer com que os Periquitos menores acabem sofrendo, e em situações extremas poderão até morrer. Para saber basta abrir a tampa superior do ninho, você irá notar que vai subir um “vapor” resultante do alto calor, sem falar que os ninhos ficam muito úmidos, o que poderia trazer alguns problemas para o desenvolvimento dos filhotes de Periquito Australiano, principalmente do filhote que nasce por último, pois eles são bem menores e podem ficar sufocados pelo calor excessivo e pelos irmãos maiores.

Ninho-de-Periquito-Australiano-Qual-o-Melhor

Como Ter Um Ninho de Periquito Australiano Maior?

Este problema de tamanho começa a afetar quanto a Periquita choca 5 ou mais ovos, porém nem sempre irá resultar em morte ou problemas maiores. Você deve escolher um ninho maior especialmente se achar que os filhotes estão sofrendo. Lembre-se que o bem estar dos pássaros deve vim em primeiro lugar. Uma boa opção é comprar ninhos de Agapornis, eles são maiores e muito mais espaçosos. Um bom ninho de Periquito Australiano é formado por 2 compartimentos, um onde fica a entrada e normalmente onde o pai ficará para tratar das fêmeas e dos filhotes, e o outro é o local aonde as fêmeas irão fazer a postura e chocar os ovos. Nosso site recomenda que você use ninhos um pouco maiores do que os tradicionais, com cerca de 25x14x11 (comprimento, largura e altura). Você pode encontrar ninhos de Periquito Australiano clicando aqui. Usar um bom ninho é um passo muito importante para quem desejar ter sucesso na reprodução do Periquito Australiano.

Como Criar o Periquito Australiano

fonte: http://periquitoaustraliano.net/como-criar-o-periquito-australiano/

Para conseguir criar o Periquito Australiano, eles deverão estar com a saúde perfeita durante a época de reprodução, ou seja, já devem ter feito a muda das penas por completo, devem estar “cantando” forte e os machos devem estar com a membrana que cobre a parte superior do bico num tom azul bem forte, a não ser que sejam lutinos, pois neste caso a cor será um tom púrpura mais suave, já as fêmeas ficam com uma cor marrom chocolate bem forte. Estes são indícios de que eles estão prontos para iniciar o acasalamento.

Como-Criar-o-Periquito-Australiano

Quando Posso Criar o Periquito Australiano?

Se bem tratados, o casal de Periquito Australiano poderá chocar o ano inteiro, contudo não é aconselhável, pois isso acaba desgastando excessivamente os pássaros, o que poderá acarretar em doenças. Com cerca de 1 ano os filhotes de Periquito já estão prontos para a reprodução, bastando para isto que eles sejam colocados em uma gaiola criadeira, ou em um viveiro para Periquito Australiano, e que lá tenha um ninho em forma de caixa, destes que são facilmente encontrados em lojas agropecuárias.

Se você colocar vários Periquitos Australianos em uma mesma gaiola ou viveiro, caberá as fêmeas fazer a escolha dos machos, ou seja, ela irá escolher o parceiro com o qual irá procriar. Isso não é muito interessante para quem deseja escolher os casais, pois você perde o controle sobre a sua formação e por consequência no nascimento dos filhotes. Outro cuidado importante para conseguir reproduzir o Periquito Australiano em viveiros é com a quantidade de ninhos, que deverá ser o dobro da quantidade de casais e todos os ninhos devem ficar na mesma altura dentro do viveiro.

A fêmea de Periquito Australiano bota em média 5 ovos por ninhada e o período de incubação é normalmente de 18 dias, podendo variar e chegar até 21. Após o nascimento dos filhotes, deve-se reforçar a alimentação dos pais, deixando a disposição, além da alimentação básica, alguma farinhada a base de ovo, verduras e legumes como couve, mostarda, almeirão, jiló e cenoura ralada. Caso tenha problemas na reprodução, como ovos que não nascem, você poderá usar uma boa vitamina para melhorar a saúde dos seus Periquitos, como estas aqui.

Criar-o-Periquito-Australiano

Normalmente os Periquitos são aves de fácil trato e que reproduzem muito bem em casa, contudo alguns problemas podem surgir, por isso é aconselhável que você coloque um casal jovem, mas que tenha mais de 1 ano de vida, para procriar, deixe-os em uma gaiola de bom tamanho e evitando troca-la de lugar, pois qualquer mudança brusca do local da gaiola ou do ninho pode fazer com que a fêmea abandone os ovos. Evite deixar a gaiola em locais que peguem correntes fortes de vento, e se for o caso, cubra a gaiola a noite. Seguindo estes cuidados básicos, você conseguirá criar o Periquito Australiano em sua casa! Caso você ainda tenha dúvidas, veja como diferenciar o macho e a fêmea de Periquito Australiano.

Diferenças do Periquito Australiano Macho e Fêmea

fonte: http://periquitoaustraliano.net/diferencas-do-periquito-australiano-macho-e-femea/

O Periquito Australiano sem dúvida é um dos pássaros mais comuns no Brasil. Eles são pequenos, divertidos, fáceis de criar, baratos e não precisam de nenhuma autorização junto ao Ibama, isso faz com que ele esteja presente em diversos lares, sendo um dos primeiros pássaros de qualquer criança. Outro fator muito importante é que eles conseguem se reproduzir facilmente em praticamente qualquer lugar, não sendo exigente quanto a gaiola ou ninho, pois até mesmo em um bambu gigante eles conseguem se acasalar e ter os seus filhotes. Contudo, uma dúvida comum entre os que estão iniciando na criação é conseguir saber quais são as diferenças do Periquito Australiano macho e fêmea, por isso iremos te explicar.

Diferenças-do-Periquito-Australiano-Macho-e-Fêmea

A forma mais fácil de diferenciar macho e fêmea é examinando a cor da cera que fica acima do bico, também chamada de carúncula. A cor da cera irá mudas de branco ou rosa claro nos filhotes, para um azul forte em periquitos adultos machos, e será rosa ou marrom em periquitos adultos fêmeas. Com essa técnica você irá conseguir identificar praticamente todos os Periquitos Australianos, porém, caso ele seja da mutação lutino, será mais difícil saber com precisão, pois tanto machos quanto as fêmeas terão a cor da cera praticamente iguais.

Periquito-Australiano-Macho-e-Fêmea

Na época da reprodução os machos costumam fazer uma dança de acasalamento, pulando para cima e para baixo no poleiro, tentam bicar o rosto das fêmeas e levam comida para elas, até conseguir conquistar a parceira. Vale lembrar que são as fêmeas que escolhem os machos, portanto podem acontecer brigas entre machos, caso você coloque vários Periquitos em uma única gaiola ou viveiro. Veja os principais cuidados que você deverá ter com os filhotes de Periquito Australiano quando eles nascerem.