Jandaias

Comprimento: 30 centímetros
Peso: 130 gramas
Longevidade: 30 anos
Maturidade: 2 a 3 anos
Incubação: 24 dias
Postura: 3 a 4 ovos
Jandaia amarela (Aratinga solstitialis): Cabeça amarela e laranja prolongando-se por toda a parte inferior e asas, misturado com algum verde na ponta das asas e rabo.
Jandaia verdadeira (Aratinga jandaya): Apenas com a cabeça e partes inferiores laranja, tendo o manto verde.
Não há diferenças externas aparentes entre machos e fêmeas, a certeza dos sexos apenas ser determinada através de um exame endoscópico.
As jandaias criadas pelo ser humano são extremamente dóceis e muito afectivas ao seu dono. Brincalhonas e dignas de boas habilidades.
Adoram roer objectos; por conseguinte, deve dar-lhes, galhos frescos de salgueiro, mas tenha em consideração que qualquer objecto quebrável que exista no aviário será efectivamente “transformado”.
São aves muito ruidosas, mas se criadas à mão tendem a ser um pouco menos barulhentas. Também gostam de tomar banhos, deve colocar diariamente no chão do aviário uma tina de cerâmica com água fresca, ou se preferir borrifa-los nos dias mais quentes.
Devem ser alimentados à base de uma mistura de sementes própria para aves de médio porte ou ração comercial adequada para estas aves, facilmente adquirida em lojas especializadas., bem como um sortido diário de frutos frescos e de vegetais.

fonte: https://www.mundodosanimais.pt/aves/aratinga/

Papagaio do Senegal

Comprimento: 23 centímetros
Peso: 150 gramas
Longevidade: 50 anos
Incubação: 28 dias
Postura: 2 a 3 ovos
Maturidade: 2 a 3 anos
Distribuição: África Ocidental
É um excelente papagaio para iniciados, não é muito dispendioso, é relativamente pequeno, não é um animal destruidor e, acima de tudo, não é barulhento, como outros papagaios de pequena dimensão.
Talvez pelo seu tamanho, e pelo facto de ser muito reservado, não tem sido das aves mais cobiçadas. Para quem já teve algum, é uma recordação muito grata, já que, com o passar do tempo, se torna num amigo carinhoso.
Quando adquirido muito jovem aprende a repetir algumas palavras, embora o seu vocabulário nunca seja tão extenso quanto o adquirido por outros da mesma região. É, no entanto, uma ave que requer muita atenção, se se sentir marginalizado ou abandonado tende a entrar em stress e ter um comportamento estranho, foge das pessoas, fica muito quieto no poleiro ou foge para os cantos no chão da gaiola.
Devem ser alimentados à base de uma mistura de sementes própria para aves de médio porte ou ração comercial adequada para estas aves, facilmente adquirida em lojas especializadas., bem como um sortido diário de frutos frescos e de vegetais.
A sua reprodução não é muito difícil, embora requeira alguns conhecimentos e um viveiro com dimensões apreciáveis, pelo que deve esperar algum tempo e conhecer bem a ave até fazer da criação uma opção.
Os massarongos (nome pelo qual também são conhecidos os papagaios do Senegal) não gostam de apanhar sol directo. Se tiver uma árvore ou planta de grande porte, ponha a gaiola debaixo da rama, para que possam passar raios de sol, mas não de forma intensa.

fonte: https://www.mundodosanimais.pt/aves/papagaio-senegal/

Papagaio Verdadeiro

Comprimento: 35 a 37 centímetros
Peso: 400 gramas
Longevidade: + 60 anos
Maturidade: 5 a 6 anos
Incubação: 28 dias
Postura: 2 a 3 ovos
Distribuição: Presente no interior do Brasil, no Nordeste (Piauí, Pernambuco e Bahia), Centro-oeste (Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso) e Rio Grande do Sul. Ausente nas áreas litorâneas. Encontrado também na Bolívia, Paraguai e Argentina.
É o mais procurado dos papagaios para ser animal de estimação, por ter fama de melhor “falador” de entre os papagaios do Brasil.
Habita a copa de florestas húmidas ou secas, palmais e beiras de rio. Vive em bandos de tamanho variável. A bonita faixa vermelha da asa que possui permite distinguir esta espécie do papagaio do mangue (Amazona amazonica).
Os papagaios aestivas adoram trepar e fazer acrobacias. Além disso, têm uma grande necessidade de roer. Para este fim, é aconselhável que disponham de brinquedos adequados e alguns ramos de salgueiro. Estas aves também podem ser muito ruidosas. Este é um aspecto que deve ter em consideração, caso viva no meio de muita vizinhança. Estes psitacídeos se habituados adoram tomar banhos de chuveiro ou borrifador em dias quentes.
Devem ser alimentados à base de uma mistura de alimentos próprio para papagaios (ração comercial ou sementes) facilmente adquirida em lojas especializadas., bem como um sortido diário de frutos frescos e de vegetais.
Os papagaios verdadeiros não são aves frágeis, mas não suportam bem o frio, as correntes de ar e a humidade. Por conseguinte, é essencial que o abrigo nocturno tenha um isolamento muito bom e que esteja situado num local bem protegido.

fonte: https://www.mundodosanimais.pt/aves/papagaio-verdadeiro/

Psitacídeos mais comuns que podemos adquirir

CALOPSITAS OU CATURRAS (NYMPHICUS HOLLANDICUS) | FOTOGRAFIA: FREDERICO LISBOA
Antes de decidirmos que tipo de papagaio vamos adquirir, devemos conhecer o máximo possível de cada espécies e escolher quais os atributos que nós queremos num animal de estimação.
Se não tem experiência, escolha primeiro uma ave de pequeno porte como agapornis, calopsitas ou periquitos. São facilmente domesticáveis, também podem ser óptimos animais de estimação e não são tão dispendiosos.
Papagaios, cacatuas e araras são um pouco mais ruidosos e necessitam de um maior grau de exigência, com cuidados mais especializados.
Se tem intenções de ensinar o seu psitacídeo a falar, terá de adquiri-lo o mais jovem possível, para que ele se adapte a si, se sinta bem e confiante consigo. Só assim terá uma ave palradora e feliz.

ARARAS
Ruído alto;
Muito dispendiosas;
Óptimas companheiras;
Muito barulhentas;
Podem ser agressivas com estranhos;
Bico fortíssimo e garras poderosas;
Alimentação cara e difícil;
Não são boas para aprender a falar.

PAPAGAIOS
Ruído médio;
Dispendiosos;
Óptimos companheiros;
Geralmente falam muito bem;
Afeiçoam-se muito a um só dono;
Grande variedade de cores.

PAPAGAIOS CINZENTOS
Ruído médio;
Dispendiosos;
Óptimos companheiros;
Óptimos faladores;
Muito inteligentes;
São os únicos que imitam voz humana, aprendem mais de 200 palavras;
Os mais apreciados entre os papagaios;
Muito ativos e divertidos.

CALOPSITAS / CATURRAS
Ruído médio;
Óptimas companheiras;
Óptimas cantoras, podem aprender algumas palavras;
Assobiam muito bem;
Muito ativas e alegres;
Podem-se tornar barulhentas se não viverem em casais ou grupos;
Precisam de espaço para poder abrir as asas.

CACATUAS
Ruído alto;
Muito dispendiosas;
Exigentes;
Geralmente boas para falar;
Tendência para gritar alto;
Óptimas companheiras;
Ativas e divertidas;
Precisam de muito espaço.

JANDAIAS
Ruído alto;
Preço acessível;
Óptimos companheiros;
Assobiam muito bem;
Muito ativos e alegres;
Não aprendem a falar, mas imitam alguns sons;
Grande variedade de espécies.

AGAPORNIS
Ruído baixo;
Muito baratos;
Fáceis de acomodar em gaiolas relativamente pequenas;
Fáceis de domesticar;
Não aprendem a falar, mas imitam alguns sons tais como assobios e beijos;
Grande variedade de cores;
Extremamente ativos e divertidos;
Precisam de um parceiro da mesma espécie.
Informações adicionais sobre os psitacídeos mais comuns
Arara canindé (Ara ararauna)
Papagaio verdadeiro (Amazona aestiva)
Papagaio cinzento do Congo (Psittacus erithacus)
Papagaio do Senegal (Poicephalus senegalus)
Jandaias (Aratinga spp.)
Calopsitas / Caturras (Nymphicus hollandicus)
Agapornis (Agapornis spp.)
Este artigo foi publicado na Revista nº 5 do Mundo dos Animais, em Fevereiro de 2008, com o título “Psitacídeos”.

fonte: https://www.mundodosanimais.pt/aves/psitacideos/#aparar-unhas

Papagaio Cinzento do Congo

Comprimento: 35 a 40 centímetros
Peso: 400 a 500 gramas
Longevidade: + 60 anos
Maturidade: 5 a 6 anos
Incubação: 28 dias
Postura: 3 a 5 ovos
Distribuição: Originária da África Equatorial e o seu habitat são terrenos abertos de savana nativa e habitats alterados pelo homem, tais como eucaliptais, plantações, quintas e plantações de palmeiras.
Fantásticas aves para criar à mão, ficam muito meigas e carinhosas. Emitam todo o tipo de som e podem falar até 200 palavras, incluindo frases completas! Primam pela sua inteligência.
As suas penas são de cor cinza e a sua cauda é curta e vermelha. Não existe diferença na aparência entre os dois sexos. Só é possível distinguir, através de um exame endoscópico efectuado por um veterinário especializado ou na recolha de coleta de penas, sangue ou casca de ovo.
Estas aves podem tornar-se extremamente dóceis se forem domesticadas e ou se forem criadas desde uma idade precoce. Uma característica típica dos papagaios cinzentos é a sua preferência nítida por um dos membros da família, em particular, em relação a quem a ave desenvolve laços especiais de afectividade. Esta pessoa poderá não ser necessariamente o tratador. Do mesmo modo, a ave pode desenvolver aversão a um ou mais membros da família.
Simpático, amável, inteligente e muito falador, tem habilidade para repetir uma enorme quantidade de palavras e sons, imita toques de telefones, sirenes de bombeiros, sons de animais, assobios e até canções, imitam todo o tipo de sons que ouvem habitualmente no meio que os rodeia.
Não é uma ave ruidosa nem muito destruidora, apesar de ter um bico muito forte. Estes psitacídeos como quase todos os da sua família, se habituados, adoram tomar banhos de chuveiro ou borrifador em dias quentes. É uma ave que requer muita atenção, se se sentir marginalizado ou abandonado tende a entrar em stress e ter um comportamento estranho.
Devem ser alimentados à base de uma mistura de alimentos próprios para papagaios (ração comercial ou sementes) facilmente adquirida em lojas especializadas., bem como um sortido diário de frutos frescos e de vegetais.]]

fonte: https://www.mundodosanimais.pt/aves/papagaio-cinzento-congo-cauda-vermelha/